domingo, 24 de outubro de 2021

Mondaiji Volume 5 - Interlúdio II


Interlúdio II

——[Underwood], Quartel General do Festival da Colheita

Seis cadeiras foram preparadas para a mesa redonda localizada dentro de uma das salas no Quartel General.

Como parte das responsabilidades dos representantes, os líderes das Comunidades que compunham a Aliança [Draco Greif] deveriam se reunir e lançar seus votos para a eleição do próximo [Floor Master].

No entanto, havia apenas quatro pessoas sentadas à mesa para seis:

A líder da [One Horn], Sala Doltrake.

O líder da [Two Wings], Griffith Greif.

O líder da [Six Scars], Porol Gundark.

E aquele encarregado de fornecer valiosos conselhos: o [Grande Sábio que Devasta os Mares], JaRyuu.

Essas eram as pessoas presentes ao redor da mesa.

Cada um dos líderes das outras três Comunidades haviam passado procurações a um dos demais líderes que compareceram e convenientemente decidiram não aparecer.

Sendo o mais jovem neste tipo de situação embaraçosa, Porol já estava sentindo uma pontada de dor de cabeça recaindo sobre ele.

O que diabos aqueles velhotes estão pensando!?... Por que deram uma procuração para a [Six Scars] que em breve irá se retirar da Aliança!? Horrível! Que vocês, velhotes, engasguem com um mochi das barracas do Festival da Colheita ou morram por alguma intoxicação causada pelo álcool. Não, que morram de diabetes ou qualquer coisa assim. Que seja a pior escolha possível, desde que eles morram...!

Amaldiçoando com todas as maldições que poderiam existir nos mais de três mil mundos, Porol silenciosamente empilhou maldições direcionadas aos três líderes que estavam ausentes. Dito isso, não era como se Porol não conseguisse compreender as razões por trás de suas ações.

Mesmo com a procuração entregue a ele, a [Six Scars], que estava prestes a deixar a Aliança, não poderia se candidatar a posição de [Floor Master]. Portanto, eles haviam feito isso com a intenção de dividir o poder da procuração da forma mais uniforme possível e deixaram a escolha final nas mãos da [Six Scars].

E caso alguém viesse a discordar da escolha, a [Six Scars] iria deixar a Aliança de qualquer forma e a insatisfação não teria um alvo a ser atacado dentro da Aliança.

Parece que foi uma escolha sábia ter aceitado a oferta do Jin...

– Haiz...

Porol suspirou.

Griffith, que estava irritado com a lentidão de Porol para se decidir, insistiu que ele se apressasse com sua escolha,

– [Six Scars], sobre o que você ainda está pensando? Se você não pode escolher entre nós, então basta deixar que a questão seja decidida com um teste de força entre a [Two Wings] e a [One Horn]! Não tínhamos chegado a este entendimento há muito tempo atrás!?

– Sim. Eu entendi da primeira vez...

Usar um jogo para desempatar uma votação era o costume daqueles que viviam em Little Garden. E isso também poderia ser descrito como o método menos complicado para se tomar decisões em Little Garden. Se fosse uma luta justa, Porol jamais teria qualquer problema em aceitar a ideia. Entretanto, ele tinha sérias dúvidas quanto ao jogo que seria escolhido para decidir essa eleição.

– Como já questionei antes, o que a [Two Wings] sugere como jogo para determinar a força de cada um dos candidatos?

– Vamos apenas competir no evento da [Corrida de Hipocampos] que acontecerá amanhã. O vencedor então herdará o [Chifre de Draco Greif] e será capaz de demonstrar sua força. Isso não é o mesmo que matar dois pássaros com uma só pedra?

Quando você coloca dessa forma, obviamente vai soar como uma boa ideia.

Porol se lamentou silenciosamente.

O requisito mínimo de um [Floor Master] seria sua força, do contrário não haveria necessidade de qualquer outra discussão sobre o assunto. Porém, se houvesse alguma outra forma de contornar isso, Porol preferia não ter que escolher este método.

Pedir para a Sala onee-san para participar de uma batalha enquanto ela ainda está se recuperando de suas lesões não é muito sobre lutar, mas sobre o desejo de vencer.

Para dizer a verdade, Porol queria votar em Sala.

Embora Griffith realmente fosse poderoso, faltava-lhe calma para tomar decisões. E Porol julgava Sala Doltrake uma escolha melhor, pois acreditava que ela tinha tudo o que era necessário para unir a Aliança com sucesso.

No entanto, Porol não era assim tão superficial e sabia que deveria fazer sua escolha com base em mais do que apenas o caráter de uma pessoa.

O que Porol também temia era o que poderia acontecer depois do Festival da Colheita. Se a notícia de que o novo [Floor Master] foi escolhido através de uma mera votação se espalhasse, Porol simplesmente não queria saber como os demais poderiam reagir...

Se fosse para resolver a questão com um duelo, o mesmo só deveria ser realizado quando ambas as partes estivessem descansadas, se sentindo bem e em suas melhores condições, ou isso poderia abrir espaço para arrependimentos. Especialmente porque a [One Horn] seria forçada a entrar em um jogo que seria desvantajoso para eles... No fim seria apenas uma humilhação pública.

Além disso, a Sala onee-san teve um ferimento muito grave recentemente e precisaria de alguns meses para se recuperar completamente... ou talvez até mesmo de alguns anos.

Entretanto, não havia mais tempo a se perder para escolher um novo [Floor Master].

Também era preciso considerar o fato de que Sala havia perdido um de seus chifres de dragão, estivesse ela totalmente recuperada ou não. Sua força, na melhor das hipóteses, devia ter se reduzido ao nível de Griffith ou mesmo abaixo disso.

Com as coisas parecendo tão ruins, eu poderia muito bem apenas me preparar para qualquer tipo de retaliação e simplesmente eleger a Sala onee-san.

O motivo da escolha seria algo na linha de “Fiz isso porque Griffith não possui o que é preciso para liderar!” ou algo parecido, e que seria como uma fagulha sobre a pólvora de qualquer modo.

Se ele realmente fizesse isso, a [Six Scars] teria que sair o mais rápido possível da Aliança e cortar todos os laços com a mesma... No entanto, Porol sabia que deveria agir com muito cuidado no que dizia respeito a essa situação, pois esse tipo de movimento certamente traria problemas para Sala.

Enquanto Porol ficava cada vez mais frustrado com aquela situação que não conseguia resolver— JaRyuu, que havia ficado sentado em silêncio por todo aquele tempo, de repente se levantou e deu uma sugestão,

– Ei, Porol. Se adicionarmos algumas condições, não seria uma boa ideia usar a proposta feita pelo Griffith?

– Mes... Mestre, o que você está dizendo!?

Porol não pôde evitar exclamar aquilo para seu Mestre devido a suas frustrações suprimidas.

Griffith não perdeu a oportunidade de expressar sua concordância.

– Você é capaz de ver o futuro da Aliança, como se espera de um consultor.

– Não, não. Eu apenas não estou disposto a ver a Aliança que o Draco se esforçou tanto para construir sendo dilacerada. Se fosse possível resolver essa questão de maneira fácil, estaria tudo bem por mim... No entanto, como não é caso, eu gostaria de alterar um pouco as condições do jogo.

Um largo sorriso com os lábios entreabertos estava estampado no rosto de JaRyuu. Sabendo que aquele sorriso de seu Mestre significava “Estou tramando algo”, Porol sorriu e entrou no jogo.

– ...E que tipo de condições o Mestre tem em mente?

– Ó, não é nenhuma condição esquisita de se pedir. O jogo [Corrida de Hipocampos] não será aberto para a participação de outras pessoas também? Competir em um jogo é algo bom... E sendo assim, uma vez que é um jogo para determinar o próximo [Floor Master], ambas as Comunidades devem estar confiantes de que possam conquistar a vitória, certo?

O sorriso e o olhar no rosto de JaRyuu tinham poder o bastante para perfurar as defesas naturais de qualquer pessoa. Seu olhar era tão forte que fez com que Griffith estremecesse involuntariamente.

No momento em que ouviu a pergunta, Porol entendeu o que seu Mestre estava planejando e seguiu suas palavras.

– Ó, sim, isso mesmo, Mestre. Afinal, esta é uma batalha para eleger o próximo [Floor Master] e guardião do Sul. Seja quem for, teria que demonstrar sua força.

– Isso mesmo. Mas e se... hum. Vejam isso apenas como algo que eu não acredito que possa acontecer. E se os candidatos falharem em vencer o jogo... isso não seria uma gigantesca vergonha?

JaRyuu arregalou os olhos e os encheu com uma profunda sensação de ameaça e desafio.

Mesmo que ele tivesse vivido como um recluso que vagou sem rumo por vários anos, seu olhar ainda era inquestionavelmente o de alguém que carregava o poder de um Rei Demônio. Griffith, que era o alvo de tal olhar, estava com as costas ensopadas de suor.

Embora claramente não houvesse nada errado com o que JaRyuu tinha acabado de sugerir, seu olhar já era o bastante para fazer com que o corpo de Griffith liberasse suor por todos os poros de seu corpo devido ao medo que sentia.

Maldito [Demon Lord]! Apenas espere até eu por minhas mãos no [Chifre de Draco Greif]. Você será o primeiro de quem irei me livrar!

 Usando seu ódio assassino para aplacar seu medo, Griffith começou a pensar em alguma resposta.

Sala, que tinha permanecido em silêncio durante todo esse tempo, de repente falou,

– —Então vamos permitir que o vencedor do jogo [Corrida de Hipocampos] decida o próximo [Floor Master]. Se o Griffith vencer, então tudo o que ele precisará fazer é nomear a si mesmo.

– Hum? Que tipo de bobagem é essa!? O que acontece se algum camarada desconhecido aparecer do nada e simplesmente vencer a corrida?

– Não há necessidade de se preocupar, porque só pode haver um vencedor. Nossos heróis— a [Sem Nome] e ninguém mais. Se eles forem os responsáveis pela escolha, tenho certeza de que ninguém irá se opor.

Sala disse essas palavras fazendo questão de demonstrar que sua confiança nas habilidades dos membros da [Sem Nome] era sólida. Tendo lutado ao lado deles na batalha contra o enorme dragão, ela veio a compreender melhor do que qualquer outra pessoa o quão fortes eram suas habilidades e capacidades.

– E devido a minha fé na vitória deles, farei as regras da seguinte forma: 1. Se a [Sem Nome] for vitoriosa, a nomeação do próximo [Floor Master] será feita por eles dentre os membros da Aliança; 2. Se qualquer outra Comunidade além da [Sem Nome] vencer, Griffith será nomeado o próximo [Floor Master] — Que tal isso? A chance de se livrar deles e vencer ao mesmo tempo. Acredito que não haja uma proposta melhor para você, certo?

Jogando para trás seus longos cabelos vermelho-fogo, Sala abriu um sorriso confiante.

A sensação de humilhação causada por suas palavras fez com que os ombros de Griffith tremessem.

– Você está tentando insinuar que minha Comunidade, a [Two Wings] será... derrotada por uma Comunidade ridícula como a [Sem Nome]?

– Ó? Então você está insinuando que uma mera Comunidade como a [Two Wings] pode derrotar nossos heróis? Os insultos e a arrogância deveriam terminar aqui. Seu C-A-R-A-D-E-C-A-V-A-L-O.

Em um instante, o ar estalou com estática quando um raio entrou na sala e, parecendo uma lança afiada, voou na direção do coração de Sala.

Respondendo imediatamente a situação, Sala ergueu o pé e virou a mesa na direção de Griffith.

A mesa que foi atingida pelo raio foi imediatamente transformada em uma parede de fogo que se erguia entre os dois. Tendo transformado a parte superior de seu corpo para sua aparência de Hipogrifo, Griffith fixou seu olhar em Sala com um brilho intenso nos olhos.

– ...Certo! Mas aplicar as mesmas regras para nós dois é o bastante! Porque eu vou vencer com minhas próprias forças! Se outra Comunidade qualquer vencer, a decisão será deles! No entanto, você deve ter em mente que quando eu me tornar o [Floor Master], esta Aliança não mais irá tolerar sua presença!

– E eu aqui e agora devolvo essas mesmas palavras a você.

Sala limpou a poeira sobre si mesma enquanto Griffith invocava um pilar de água para apagar as chamas da mesa redonda, antes de sair irritado.

Observando a sombra se afastando com sentimentos contraditórios, JaRyuu murmurou,

– Haiz... o Griffith certamente é muito fácil de ler.

– Sim. Parece que ele não percebeu que a [Sem Nome] convenientemente se tornou minha substituta. Ele é tão crédulo que mesmo eu estou sem palavras.

Sala cobriu a boca enquanto começava a rir.

Só então Porol subiu ao palco que os dois haviam montado para aquela peça.

– O Mestre e a Sala onee-san... armaram isso?

– Hahaha! Não é um pouco tarde para perceber isso, meu amado discípulo?

– Desculpe. Foi tudo porque a outra parte estava em guarda quanto aos meus movimentos e queria me manter afastada de você, Porol... Mas foi uma grande sorte que o JaRyuu-san me ajudou a formular este plano e isso me beneficiou muito. Se não fosse por isso, eu ainda estaria me preocupando sobre como me manter na posição de representante.

Sala sorriu aliviada para JaRyuu.

No entanto, Porol tinha um sentimento oposto a isso crescendo desconfortavelmente em seu peito devido a essas palavras.

Não foi a Sala onee-san que pediu ajuda... mas sim uma iniciativa do Mestre propor esse plano?

——O Rei Demônio Sáurio, que frequentemente é descrito de forma jocosa como “peixe morto flutuante”, realmente fez algo assim?

Embora Porol se sentisse desconfortável com este desenvolvimento, no fim tudo tinha acabado bem e ele não tinha do que reclamar.

Percebendo o quanto sua linha de pensamento era desrespeitosa em relação a seu Mestre, ele silenciosamente se repreendeu por isso. E assim, a reunião da Aliança foi encerrada.